Eu sinto que meus irmãos estão me abandonando neste natal | Vida e estilo

Estou no começo dos meus 40 anos, a mais velha de quatro filhos e a única irmã solteira. Meu irmão mais novo viveu com meus pais até o ano passado e meus outros dois irmãos vivem no exterior.

Eu sempre assumi pelo menos dois de nós estaria em casa para Natal. Até dois anos atrás, nunca foram menos de seis pessoas na casa dos meus pais para o Natal. Ano passado meus dois irmãos no exterior não voltou para casa.

Nenhum dos meus irmãos fez qualquer esforço para falar comigo sobre isso, e foi deixado para minha mãe me dizer seria ser apenas nós três no Natal do ano passado. Agora descobri Eu serei o único a passar o Natal com meus pais novamente.

Minha mãe diz que ela está bem com isso, embora eu não possa ajudar, mas acho que ela deve estar pelo menos um pouco machucada, então meu problema não está nem perto dos meus paiss sentimentos. Meu problema é como me machuco e com raiva, e eu acho que quero alguém para confirmar se esses sentimentos são válidos ou se estou sendo injusto / histérico?

Eu estou tentando permanecer racional, mas Comecei a chorar toda vez que penso em um segundo Natal com apenas três de nós. Eu não abordei isso com meus irmãos porque temo que eu seja vai piorar a situação. Afinal, nossa mãe parece bem então, qual direito um mero irmão tem que se sentir menosprezado e (como tenho certeza que eles apontam) é principalmente minha própria escolha ser solteira e livre de crianças … mesmo que isso seja conveniente para eles em momentos como este.

Acho que a resposta está em algo que você disse em sua carta mais longa: “Afinal de contas, não tenho outro lugar para estar, para que possam ter certeza de que alguém estará com nossos pais”. Seus irmãos têm escolhas, você acha que não.

Sua reação é compreensível, mas é um pouco extrema, e é a dissonância entre esses dois pontos que precisamos analisar porque acho que não é apenas sobre o Natal. Esta época do ano, muitas vezes mostra áreas de nossas vidas que não estamos felizes com.

Às vezes, não gostamos da maneira como os outros agem porque o que estão fazendo não é bom ou justo. E às vezes não gostamos porque outras pessoas fazem ou dizem o que gostaríamos, mas sentimos que não podemos. Eu acho que é isso que está acontecendo aqui. Você é o mais velho e me pergunto se isso faz você se sentir responsável. Eu me pergunto se você sente que, à medida que seus pais envelhecem, também será sempre você entrando em cena?

Quando as pessoas não costumam nos dizer coisas (como você diz que seus irmãos não estão com você, ou seja, ir à casa dos pais no Natal), geralmente é porque eles temem nossa reação e como isso os fará sentir. No caso de seus irmãos, eles provavelmente se sentem culpados ou estão preocupados em serem admoestados, seja diretamente ou através do silêncio ou do tom de qualquer conversa.

O que realmente me impressionou foi o quão infantil foi sua resposta ao fato de seus irmãos não estarem “voltando para casa” no Natal (não estou te repreendendo por isso, muitos adultos sentem o mesmo) e como você ainda se vê muito parte dessa família, onde seus irmãos não. Parece-me que sua identidade ainda está enredada em seu lugar como filha mais velha, enquanto seus irmãos forjaram outras identidades como pais e maridos.

Você está indo para casa para o Natal para seus pais ou para você? Nesse último caso, acho que você tem que tentar enxergar isso de outra maneira: você está fazendo o que quer para o Natal, está com seus pais e o que seus irmãos fazem com eles. Se você está indo pelo bem dos seus pais, o que aconteceria se você não fosse por um ano? Eu notei que você disse que não há mais nenhum lugar teve ser, mas existe em outro lugar que você em vez estar? E se sim, por que você não está fazendo isso? Você e seus pais discutem isso? Como eles se sentem em relação a você todos os anos? Talvez eles também gostariam de fazer algo diferente.

Se há algum lugar que você preferiria estar, então meu conselho é que no próximo ano você faça isso. Ou talvez você deva ir embora no Natal, passá-lo em outro lugar com amigos ou convidar pessoas (familiares ou amigos) para sua casa. Você não precisa contar para seus irmãos. Mas assuma o controle de seus Natais e tome uma decisão positiva sobre isso para não se sentir como a prole padrão sem opções.

Envie seu problema para annalisa.barbieri@mac.com. Annalisa lamenta não poder entrar em correspondência pessoal.

Os comentários sobre esta peça são pré-codificados para garantir que a discussão permaneça nos tópicos levantados pelo artigo.

O que poderíamos aprender com namoro on-line | Blog de relacionamento na Nigéria | Blog de Romance da Nigéria

1. Compromisso e vontade
Namoro on-line pode parecer fácil para os outros, mas é preciso tempo e esforço antes que você realmente goste.
Você deve ser um participante e não um observador. Você nunca encontrará sua correspondência, a menos que você tenha feito algo que possa mudar a forma como você pensa em relação ao namoro on-line.
Se você acha que um determinado site de namoro ou aplicativo não é para você, também pode remover-se e parar de gastar tempo em um site que você acha que não é adequado para você.

2. Auto-aceitação
Ser você mesmo é o que faz você ter sucesso com o namoro online.
O namoro on-line pode ser muito fácil de se representar como alguém que você não é. Você levará apenas alguns minutos para ler algumas dicas sobre como tornar seu perfil atraente.
Mas o problema é que, se você não é realmente a pessoa que deveria estar em seu perfil de namoro, as pessoas que o acharam atraente realmente descobrirão e serão desligadas como resultado.
Apenas seja honesto consigo mesmo e pelo bem dos outros. Uma pessoa que realmente ama você não vai sentir que precisa mudar. Você também será capaz de se concentrar em nutrir sua força e eliminar a fraqueza de forma eficiente.

3. Mais aberto
Uma das lições que você vai aprender em namoro on-line é abraçá-lo com uma mentalidade de namorar oportunidade igual. Significa que você aprende a ter uma mente mais aberta quando conhece pessoas.
Quando se trata de conhecer solteiros localmente ou através de amigos, suas opções podem ser muito limitadas e você tende a se contentar com as pessoas que você conhece. Mas com encontros on-line, você conheceria pessoas em qualquer lugar do mundo.
Quando você começa a conhecer pessoas de diferentes regiões do planeta, pode aprender sobre suas culturas e descobrir como elas são diferentes e exclusivas em comparação com as pessoas que você vê diariamente.

4. Quem evitar
Quando estiver aberto para fazer amigos com mais pessoas, você conhecerá pessoas que não flutuam exatamente no seu barco.
Você sabe o que eu quero dizer.
Jerks e pessoas sexualmente agressivas.
Você não gostaria de estar associado a essas pessoas, certo? Especialmente se você estiver procurando por algo sério e de longo prazo on-line.

5. Sempre coloque sua segurança em primeiro lugar
Sua segurança deve ser sua prioridade número um. Isso não é negociável.
Quando você está navegando por possíveis datas, ainda precisa manter o radar do scammer em todos os momentos. Só porque alguém parece bonitinho e legal, não significa que você possa confiar neles imediatamente.
Sim, muitos encontraram seus parceiros on-line. Mas muitos também tiveram seus corações quebrados por golpistas e bagres. Então o que você pode fazer? Esteja sempre atento e quando você encontrar alguém online, tenha certeza de que eles são quem eles dizem que são. Se você pesquisá-los nas redes sociais, levar as coisas com calma, fazer chamadas de vídeo constantes, seja o que for, verifique se tem certeza sobre elas antes de dar seu coração a elas.

6. Simplicidade é a chave
Em sua jornada de namoro on-line, você aprende que ser simples em seu perfil atrai mais membros.
Como suas fotos. Não precisa ser tirado em um estúdio caro com cabelo e maquiagem para parecer bonito. Uma foto simples e recente de você fazendo algo que você ama faria tão bem, talvez até melhor!
Na sua biografia de perfil, você não precisa escrever um texto completo de cinco parágrafos sobre você. Falando sobre TL, DR, certo? Faça o seu bio tão curto quanto você puder. Se você pudesse fazer pontos, melhor!
A chave para um bom perfil é torná-lo muito fácil de ler e direto ao ponto. Ninguém tem tempo suficiente para ler sua biografia de cinco parágrafos. Mesmo.

7. Tome seu tempo
Assim como no namoro tradicional ou offline, o namoro virtual ainda leva tempo.
Você aproveita o tempo navegando em perfis ou deslizando para a esquerda e para a direita, depois disso, você ainda precisa investir algum tempo para se conhecer. Se tudo correr bem entre vocês dois, as coisas se moveriam para outro nível.
Sim, o namoro online é uma maneira muito mais conveniente de conhecer pessoas solteiras. Mas, assim como namoro regular, construir relacionamentos e conhecer uns aos outros levará tempo para ambas as partes, não apenas para você.

8. Aceite rejeições
Quando você começa a alcançar as pessoas, nem todos são arco-íris e borboletas. Não importa o quão bem escritas e lisonjeiras sejam as suas mensagens, nem todos irão responder ou retornar os mesmos sentimentos.
Não se sinta mal com isso.
Rejeição é uma parte da vida. Tudo o que temos a fazer é aceitar e seguir em frente.
Não fique chateado com uma pessoa por não ter devolvido seus sentimentos. Todo mundo tem direito a seus próprios, e você também.

9. Confie em suas entranhas
Se algo parece ruim, então você deve estar alerta!
Se o seu instinto lhe disser que a pessoa com quem você está conversando não é alguém com quem você sairia ou faria amizade, então talvez você devesse seguir sua própria intuição.

Autores Bio;
Jane Song.

Relacionamento de Longa Distância Falha: 8 Razões Comuns

Não é novidade que o relacionamento de longa distância não é fácil, em contraste com suas contrapartes tradicionais. A maioria das pessoas pensa que, no início dessa jornada romântica, as coisas continuarão a ficar rosadas, mas a realidade recai sobre elas quando estão menos preparadas, e no longo prazo seu relacionamento de longa distância falha e leva a um naufrágio.

A boa notícia é que há alguns casais nessa parte romântica que não apenas sentem prazer no relacionamento de longa distância, mas também o fazem funcionar. Para outros, eles são deixados desestabilizados, estupefatos e confusos. Eles se perguntam por que seu relacionamento de longa distância falhou. Se você também se encontra nesse horizonte, agora é a hora de entender e investigar as razões pelas quais a maioria das relações de longa distância falha, e se você está atualmente no relacionamento de longa distância, faz mais sentido aprender com os erros dos outros.

8 razão pela qual a maioria das relações de longa distância falha

Embora, este artigo seja dirigido àqueles que buscam por que seu romance de longa distância não dá certo, outros que estão em outra forma de romance podem escolher lições a partir daqui; porque a verdade é que os traços que levam ao fracasso do relacionamento de longa distância também são encontrados em outra forma de romance.

confira como fazer o relacionamento de longa distância funcionar aqui

  1. Pensamento negativo

O pensamento negativo pode levar muito à razão pela qual o relacionamento de longa distância falha. Casais em um relacionamento de longa distância podem ser vistos pensando se as coisas vão funcionar eventualmente. Pensamentos como “serei capaz de lidar”, “e se alguém mais vier”, “tenho boas razões para esperar” e muito mais. Quando eles estão imersos nesses pensamentos e muitos outros, eles estão cavando suas sepulturas gradualmente. E na maioria dos casos, “impaciente” pode ser atribuído ao pensamento negativo. Em vez de ficar cheio de pensamentos negativos, tenha certeza de que as coisas boas não escapam aos que esperam.

  1. A falta do amor verdadeiro

Ausência de amor verdadeiro altera o relacionamento de longa distância. Para alguns parceiros, eles são oportunistas. Eles só ficam simplesmente por causa do que eles vêem para alcançar e não por causa do amor verdadeiro que eles têm em relação aos seus parceiros. Você não tem amor verdadeiro quando tudo o que você pensa é a complexidade do relacionamento à distância, em vez de se concentrar em como ele pode funcionar. Agora é a hora de cultivar qualidades que irão construir o seu verdadeiro amor. Não se esqueça de dizer ao seu cônjuge que você realmente os ama e certifique-se de que sua atitude revela essa verdade.

relacionamento de longa distância falhao

  1. Implicações financeiras

As datas de reunião custam uma quantia considerável de dinheiro, e essa é outra razão pela qual o relacionamento de longa distância falha. Você terá que viajar distâncias para visitar seu namorado ou namorada. Tudo bem, mas essas viagens vão drenar sua bolsa. E muitas pessoas acabam decidindo que não podem simplesmente manter-se com as despesas, antes de você saber, as coisas desmoronam. É então vital que o casal se prepare para esta jornada e discuta quanto dinheiro será economizado para a reunião na data planejada.

  1. Nenhum futuro

A maioria das pessoas em um relacionamento de longa distância simplesmente não tem planos para o futuro. Planeje o que eles definiram para alcançar no final da jornada. Quando eles finalmente se estabelecerão, onde e muito mais por que perguntas. Isso mata o relacionamento de forma constante. E então você descobre que a energia, o tempo e o dinheiro investidos no relacionamento não têm nada a mostrar. Em vez de esperar quando você vai discutir o que você espera realizar no futuro próximo, faça isso agora; não ficará mais fácil e melhor que agora.

  1. Falha em se desculpar

Muitos casais em um relacionamento de longa distância simplesmente não compram a idéia de admitir seus erros. Isso está longe da baixa autoestima, mas mostra um alto nível de imaturidade. Casais em um relacionamento de longa distância tendem a lutar com freqüência, e na maioria dos casos tem que ser sobre pequenos problemas; algo tão minuto. E quando uma das partes que está errada não pode simplesmente pedir desculpas e buscar a paz, o rompimento vem a viver.

relacionamento de longa distância falha

  1. Falta de sacrifício

Muitos casais que não podem sacrificar o que têm à sua disposição falharão em seu relacionamento de longa distância. É muito raro que aqueles que estão no relacionamento de longa distância não tenham carreira. Qualquer que seja a circunstância, os objetivos devem ser os mesmos (devem ser vistos na mesma direção). Incapacidade de sacrificar sua zona de conforto, tempo, dinheiro e outras coisas são razão pela qual a maioria das relações de longa distância falha. Portanto, note que para ter um final feliz, alguém fará um sacrifício eventualmente. Quem vai fazer o sacrifício? Você só tem que sentar e conversar sobre isso.

  1. Comunicação pobre

Quem faz um bom amigo? Alguém que checa você uma vez a cada seis meses? Ou alguém com quem você discute constantemente? Este último faz mais sentido. A realidade de qualquer relacionamento, mesmo quando está longe ou perto de ter uma comunicação forte, confiável e eficaz, é desnecessário falar sobre o quão importante é para aqueles que estão no relacionamento de longa distância. Quando os casais não têm comunicação, seu coração se desliga gradualmente, e com o tempo, alguém que os escute ganhará sua atenção e, finalmente, será um rompimento. Investir em comunicação de qualidade; procura maneiras de aprimorá-lo e aprimorá-lo.

Ler 5 erros de comunicação que os casais fazem (para todos)

relacionamento de longa distância falha

  1. Falta de confiança

Quando há um alto nível de insegurança, o relacionamento de longa distância falha. Muitos casais nem sequer confiariam em seus parceiros sobre o que eles podem fazer e o que não fariam. De fato, muitos sentem que são mais seguros quando estão próximos. Se você tem esse traço, jogue fora agora. Você só tem que acreditar em si mesmo, então você tem que acreditar que a sua lealdade ao seu parceiro vai pagar no devido tempo, se você não se cansar. Por fim, acredite que qualquer esforço que você faça para conquistar a confiança em si mesmo para confiar em seu parceiro valerá a pena.

Como falar sua mente em um relacionamento

Tem havido esta citação de longa data, “o silêncio é de ouro.” O exemplo mais implícito de seu amplo uso significa que, permanecendo em silêncio é uma alternativa melhor para falar a mente e expressar pesar emocional. Embora seja bom optar por não falar em alguns casos, o silêncio não é sempre dourada. É melhor você falar o que pensa em um relacionamento.

Nos relacionamentos, muitas pessoas sentam-se em segundo plano e se afastam de falar o que pensam, quando ficam perturbadas, recorrem ao silêncio, se alguma opinião exige discordância, muitas vezes cedem sem falar. Aqueles que se encontram neste reino farão mais mal do que bem e, a longo prazo, a separação será o último recurso.

Falar da mente não significa que você tenha que falar de maneira dura, desrespeitosa e sem cautela. Então, enquanto você quer aprender como falar a sua mente em um relacionamento, também é imperativo entender as razões pelas quais você deve sempre falar sua mente em um relacionamento. As duas sub-rubricas anteriores destacarão esses pontos.

Cinco maneiras práticas de falar sua mente em um relacionamento

Como explicado anteriormente, vou primeiro discutir maneiras práticas de adotar se você tiver problemas em falar o que pensa em um relacionamento, depois, discutirei as razões pelas quais você deve falar sua mente em um relacionamento.

  1. Comece pequeno e simples: A timidez pode ser atribuída ao que impede você de falar o que pensa. Você deve deixar escapar ou explodir para que seu cônjuge sinta sua dor em voz alta? Não! Comece pequeno dizendo “oh querida, há algo que eu adoraria discutir com você”. Esse simples começo irá afastar o medo e prepará-lo antes da conversa.

fale sua mente em um relacionamento

  1. Pense bem antes de falar: Você pode ficar desapontado se falar e não for ouvido favoravelmente. O que poderia ser explicado por isso? Pode ter sido porque você não pensou tão bem antes de falar. Absorve o hábito de pensar se a sua fala é suficientemente atenciosa e pratica usando palavras respeitosas. Pensar antes de falar mantém o respeito e cria um caminho para ser mais favorecido quando você fala.
  1. Fique calmo: Pergunte a si mesmo, com quem você está falando? É evidente que você não está conversando com um estranho nem está discutindo com um inimigo. Você está discutindo com um amigo e um amante. Por esse motivo, não se apegue à atitude de levantar a voz. Se você está falando a sua mente, você fará isso naturalmente.

Razões Relacionadas Long Distance Distance

  1. Peça a opinião do seu parceiro: Sim, é muito improvável que o seu cônjuge odeie os que falam, afinal, o seu cônjuge também fala quando se magoa. Perguntar sobre sua opinião sobre “falar sua mente em um relacionamento” não é muito longe de alcançar a atitude de falar sua mente. Ele relaxa mais e constrói você na premissa de que eles gostam de ouvir de você.
  1. Fale sua mente por escrito: Se você ainda encontrar o ponto acima inatingível que eu duvido. Escrever pode trazer muito alívio. Na verdade, você tem a oportunidade de pensar bem. As palavras escritas são poderosas, portanto, nunca subestimam o grau em que elas vão atingir o coração do parceiro. Uma pequena mensagem sobre um assunto a ser discutido pode sentir o espaço e fazer com que vocês dois falem sobre isso. Embora, isso não deva ser sempre o seu “ponto de parada”, apenas use-o como base, e com o tempo você não terá que escrever antes de falar em um relacionamento.

Tendo visto como você pode falar sua mente em um relacionamento, é melhor que aprendamos a razão de você sempre fazer isso. Aqui abaixo estão 7 razões pelas quais você deve sempre falar o que pensa em um relacionamento.

7 razões você deve falar sua mente em um relacionamento

O principal objetivo deste artigo é para aqueles em um relacionamento, no entanto, aqueles que planejam um romance ou em um trabalho secular podem aprender com os princípios que serão destacados.

  1. Seu esposo o respeitará

Quando você fala bem, ganha o respeito de seu cônjuge. Eles sabem o seu ponto de vista sobre algo. Eles não se incomodarão com você se sentir sobre um assunto; porque eles já sabem. Se é algo que eles sabem que vai aborrecê-lo, é melhor que eles não experimentem.

  1. Alivia o Stress

Se você não fala a sua mente, você está certamente carregando uma quantidade considerável de ansiedade que prejudica o seu bem-estar. Você constantemente se esfaqueia com o pensamento, deixando o pensamento se tornar um fardo e assim por diante. Mas quando você faz isso, você consegue jogar fora e daí em diante desfrutar de tranquilidade.

  1. É a coisa certa

Um bom livro diz “… um tempo para falar.Deve haver um tempo para falar. Existem muitas razões para isso, isso evita que você tenha um relacionamento insalubre.

  1. Seu cônjuge não é um leitor de mentes

É saudável quando o casal está preocupado com o semblante dos cônjuges. Mas usar isso para tirar conclusões é fazer o contrário. Seu cônjuge só pode perguntar-lhe “qual era o problema” e não “eu sei como você se sente”. Mesmo que eles digam isso, é baseado em fingimento. Portanto, aprenda a falar, pois eles estarão cientes de suas preocupações e necessidades.

  1. Você ensina aos outros

Você pensaria que as pessoas estão fora do cenário. Mas na verdade eles não são. Eles necessariamente não precisam estar lá quando você fala com sua mente respeitosamente, mas sua pequena conversa com amigos e parentes revelará com certeza como o seu exemplo severo deve ser imitado.

fale sua mente em um relacionamento

  1. Construa uma comunicação saudável

O alicerce de “falar em uma relação” é a comunicação. Se você se esquiva de falar o que pensa, está indiretamente se distanciando de desenvolver uma comunicação saudável.

Veja 5 erros de comunicação que os casais fazem

  1. Você se refreia dos arrependimentos

Você teria ouvido sentimentos como “Se eu soubesse, teria falado”, “Como gostaria de ter revelado minhas intenções”. Essas frases são baseadas em arrependimentos – resultados de ações anteriores. Para salvar-se desses arrependimentos, expressar sua mente em um relacionamento é a resposta.

sobre o autor

Confiar em

Trust é um escritor de tempo integral adepto e muito espirituoso em seus primeiros 20 anos.
Ele é importante em transmitir conteúdos únicos e de qualidade. Você prefere trabalhar com confiança? Contacte-o através do seu email; ibitomisitrustpelumi@gmail.com

100 + coisas fofas para dizer ao seu namorado

Caras muitas vezes apreciam ouvir coisas fofas de suas namoradas, e é por isso que é vital para você como uma dama para melhorar a forma como você expressa seus sentimentos emocionais através de palavras em um ambiente romântico. Se você é menos romântico, e está procurando coisas fofas para dizer ao seu namorado, continue lendo. Este artigo nunca irá desapontá-lo.

Você pode se perguntar por que a necessidade de coisas fofas para dizer ao seu namorado como um elogio de vez em quando. Os homens sempre têm um dia iluminado quando recebem esses elogios, principalmente quando vem da pessoa por quem estão apaixonados. Este artigo “coisas fofas para dizer ao seu namorado” irá informar o seu namorado que você sente falta, amor e apreciá-los. Portanto, nunca seja mesquinho com suas palavras.

Você também pode gostar de ler mais de 100 coisas fofas para dizer ao seu namorado

Como falar sua mente em um relacionamento

Essa lista não é limitada para uso em ocasiões especiais, mas sim para ser usada todos os dias da sua vida. Para ambos altamente românticos e menos românticos, pensar em coisas fofas para dizer ao seu namorado pode ser difícil, por isso estou aqui para ajudá-lo. Eu compilei algumas frases de coisas fofas para dizer ao seu namorado.

Lista de coisas fofas para dizer ao seu namorado

coisas fofas para dizer ao seu namorado

  1. Seu sorriso balança meu mundo
  2. Eu sei que nós fazemos um companheiro muito fofo
  3. É impossível tirar você da minha mente
  4. Estou convencido de que estamos destinados a ficar juntos
  5. Estou feliz que você me escolheu de muitos
  6. Eu desejo que nós fujamos e nos estabelecemos em um lugar solitário para começar uma nova vida
  7. Você é a razão pela qual eu continuo sorrindo
  8. Obrigado por me coroar com a sensação de que eu sou a melhor namorada do mundo inteiro
  9. Meu coração sobe sempre que você me beija
  10. Ser abraçado por você é um refúgio seguro
  11. Eu estou confortável abraçando você a noite toda
  12. eu amo tudo em você
  13. Você é meu mundo.
  14. Eu nunca estava errado dizendo sim
  15. Você é tão bonito e eu não posso deixar você ir.
  16. Eu estou apaixonado por tudo sobre você.
  17. Aos meus olhos, você é meu perfeito
  18. Meu coração canta por você, minha querida.
  19. Você é um especialista em me tratar direito Eu nunca vou deixar você ir
  20. Conversar com você parece celestial; Eu sempre quero estar lá.
  21. Seus beijos, abraços e carinhos são muito mais valiosos do que os presentes físicos.
  22. Conhecer você me fez uma pessoa melhor
  23. Você é o amor que eu sempre busquei
  24. Meu amor por você nunca se cansará; continuará ficando mais forte a cada dia que passa
  25. O namorado mais fofo que uma garota sempre sonha em ter
  26. Deixe-nos estar aqui e estar lá para sempre
  27. Por favor, não fique muito tempo. Estou terrivelmente sentindo sua falta.
  28. Quanto mais eu aprendo sobre você, mais meu amor cresce.
  29. Nenhum outro cara pode se juntar a você.
  30. Eu nunca acreditei que você escolheria alguém como eu.
  31. Eu nunca estarei errado em estar com você até o fim da minha vida.
  32. Você tem uma voz que é suficiente para me fazer sorrir
  33. Você é uma jóia rara; com você, meus problemas desaparecem.
  34. Você é a razão pela qual continuarei aproveitando a vida até o fim.
  35. Com você, todo dia é um novo dia.
  36. A maneira como você lida com desentendimentos mostra como você é fofo.
  37. Eu vou encontrar o mundo cinzento e sem graça sem você.
  38. Você é o perfeccionista dos meus sonhos
  39. Você está sempre em minha mente.
  40. Eu sabia que você sempre estará lá por mim.
  41. Estou relaxado a cada vez que estou com você.
  42. Você sabe como tirar o melhor de mim.
  43. Meu primeiro pensamento cada vez que eu acordo da cama.
  44. Segurando suas mãos, sinto-me com paz interior
  45. Eu aprecio cada momento com você, obrigado por ter vindo
  46. Estou confiante de que você é o melhor namorado, amante e minha vida.
  47. Não há ganho dizendo, você é meu, eu sou seu.
  48. Eu sempre desejei que você me amasse até a eternidade
  49. Eu sou grato por ter um homem como você
  50. Eu nunca soube que você esperaria por mim.
  51. Obrigado por voltar para mim.
  52. Eu estive pensando em você o dia todo
  53. Eu estou pronto para ser a mãe de seus filhos.
  54. Eu nunca amei por causa do seu dinheiro, eu te amei por causa de quem você é.
  55. Eu aprecio sua fidelidade mesmo em momentos estranhos.
  56. Eu sempre sonho em adormecer em seus braços
  57. Alcançar meu coração nunca foi um fardo para você. Eu te amo.
  58. Imaginar um futuro sem você é uma tarefa que nunca posso realizar porque não vai acontecer.
  59. Você é um cavalheiro e eu amo isso
  60. Você me fez a melhor namorada do mundo inteiro.
  61. Eu nunca fico entediado com você o dia todo.
  62. Eu sou viciado em seu amor.
  63. Eu nunca encontrei um homem como você.
  64. Tenho a certeza de um dia mais doce com você.
  65. Entre os homens, você é único.
  66. Eu freqüentemente olho para admiração com seu brilhantismo
  67. Eu desejo poder amarrar o tempo sempre que você estiver comigo.
  68. Dizer adeus é o que eu odeio apenas.
  69. Estou convencido, além de qualquer dúvida, de que você é o certo para mim.
  70. Você construiu um lugar feliz para nós; Eu sempre vou cuidar bem disso.
  71. Você é o homem que eu sempre vou me vestir.
  72. Cada vez que fecho os olhos, não posso deixar de pensar em você.
  73. sempre estarei lá por você
  74. Eu sempre me sinto indigno de ter um cara como você
  75. Você é incomparável
  76. Obrigado pelos presentes- amor
  77. Eu preciso do seu amor sempre
  78. Eu vou continuar segurando sua mão com grosso e fino
  79. Eu odeio quando você se despede.
  80. Você é o especial para mim e eu sempre desejo que você saiba.
  81. O deleite é super incrível
  82. Você é meu tudo e eu estou feliz que você veio na hora em que eu precisei de você.
  83. Lembre-se sempre que meu coração está sob sua custódia.
  84. Você é minha fonte de inspiração.
  85. Minha palavra menos favorita é dizer “adeus”
  86. Eu nunca vou desistir de dizer aos meus amigos o quão doce você sempre foi.
  87. A maneira como você vai milhas extras apenas para me fazer feliz me sente com alegria e felicidade.
  88. Tirar você da minha mente é impossível
  89. Eu sei que você lembra que sua felicidade é minha felicidade
  90. O fato de você continuar me tratando como uma rainha merece que você seja tratado como um rei; Eu estou sempre pronto para fazer isso.
  91. Não há nada melhor do que estar com você toda a minha vida.
  92. Eu vejo meus sonhos se tornarem realidade toda vez que te vejo
  93. Eu adoro ouvir você chamar meu nome
  94. Você parece tão brilhante hoje.
  95. Você é o único em quem estou confiante em ir em uma aventura.
  96. Colocar suas camisas me lembra de você.
  97. Somos imperfeitos, mas perfeitos um para o outro
  98. Estou interessado em saber tudo sobre você.
  99. Sua fofura é refletida em seus braços
  100. Eu estou seguro dentro de seus braços
  101. Eu estou indo a lugar nenhum, estou aqui para ficar.
  102. Nosso casamento será sempre uma bênção.
  103. Você e o melhor para mim.

coisas fofas para dizer ao seu namorado

Você também pode gostar de ler mais de 100 coisas fofas para dizer ao seu namorado

Como falar sua mente em um relacionamento

Conclusões

A lista de coisas fofas para dizer ao seu namorado deveria tê-lo servido bem, como apontado no início. Portanto, você não consegue nada se não começar a usá-los. Na verdade, o melhor é começar a usar essas coisas fofas agora. Portanto, não termina aqui.

Sempre continue melhorando em coisas fofas para dizer ao seu namorado e observe como seu relacionamento se fortalece. Seu namorado vai apreciar o esforço que você fez.

sobre o autor

Confiar em

Trust é um escritor de tempo integral adepto e muito espirituoso em seus primeiros 20 anos.
Ele é importante em transmitir conteúdos únicos e de qualidade. Você prefere trabalhar com confiança? Contacte-o através do seu email; ibitomisitrustpelumi@gmail.com

Elena Ferrante: “Eu não acredito em pessoas que juram que não são do tipo ciumento” | Vida e estilo

To meu arrependimento, eu freqüentemente me deparo com pessoas invejosas. Na minha ficção, tenho escrito muitas vezes sobre esse sentimento repugnante, mas, em geral, infeliz. O resultado é sempre decepcionante: de Shakespeare a Proust, tudo que poderia ser dito foi dito, lindamente, e parece um esforço desperdiçado. Além disso, sinto alguma relutância em me aprofundar e no que sei sobre as muitas pessoas invejosas que amei e amei. Sem mencionar que muitas vezes encontro pessoas que dizem, em tom angustiado: “Esqueça, você não sabe o suficiente sobre ciúmes. Eu conheço todos os tormentos. ”O ciúme é uma sujeira amarelada em que colocamos nossas mãos sem a satisfação de extrair alguma verdade própria.

E, no entanto, é difícil ignorar o sentimento: goste ou não, na forma trivial ou extrema, todos nós experimentamos isso – não necessariamente no amor, mas em todo tipo de relacionamento. É claro que conheci muitas pessoas que juram que não são do tipo ciumento. Mas eu rapidamente tive que colocá-los na categoria de perjuros: o ciúme apareceu de repente em seus olhos, embora eles se apressassem em retratá-lo – envergonhado, esperando que eu não tivesse percebido.

São principalmente os cultos que têm o cuidado de esconder sua inveja, porque sentem que, no fundo, essa é uma suposição mesquinha, mas significativa: sua intolerância ao fato de que as pessoas que amam podem sentir prazer sem elas, na companhia de outras pessoas. A pessoa invejosa quer ser a única fonte do bem-estar do amado. E, no entanto, como sabemos, a pressão da vida é tão forte, tão ferozmente expansiva, que não pode ser completamente preenchida por um relacionamento; todos nós somos tentados a arriscar até os laços mais sólidos quando atraídos por outros.

Se mantivermos alguma clareza e um pouco de autocontrole, podemos ver que uma grande parte da existência do amado ocorre inevitavelmente fora do recinto em que queremos colocá-lo. Manter o relógio é impossível; todo ataque de ciúmes sublinha nossa condição de frágil ser humano – não somos indispensáveis, tememos o abandono – e é degradante; tira nossa aura. E por essa razão, tentamos desesperadamente conter nossas fúrias invejosas. Às vezes, conseguimos transformá-los em um impulso para dar ao outro toda a atenção, toda a gentileza, toda a compreensão de que somos capazes.

É um exercício que nem sempre é bem-sucedido, em parte porque a pessoa amada parece pensar que pretende demonstrar – não apenas em particular, mas publicamente – que não somos suficientes. No momento em que o inevitável sentimento de inadequação prevalece, juntamente com a impossibilidade de se fazer o único propósito da vida de outra pessoa, não há saída. Fechamos o amado em uma gaiola, preferindo que ele morra espiritualmente e até fisicamente – em vez de nos expor à ferida humilhante de sua fuga.

Traduzido por Ann Goldstein

14 coisas divertidas para fazer quando você se encontra pela primeira vez

É isso!! Você se encontrou on-line, iniciou um relacionamento de longa distância e agora está prestes a se encontrar pela primeira vez! Tão emocionante!

[Also a bit nerve-wracking, right? But never mind that for now. Let’s just focus on the exciting part for now, OK?]

Assim. Você está animado e pronto para planejar a visita perfeita.

Você já pode ter uma dúzia de coisas planejadas e mais 20 possibilidades girando em sua cabeça. Se sim, isso é ótimo! Se não, eu tenho algumas dicas e sugestões para você …

Por que você deve ter um plano quando se encontra pela primeira vez em um relacionamento de longa distância

Você pode ser tentado a “ir com o fluxo” e apenas esperar e ver o que você sente vontade de fazer juntos durante a sua primeira visita.

Isso pode parecer bom (e pode até funcionar bem para você), mas meu conselho é fazer um planejamento antecipado sobre as coisas que você quer fazer juntos.

Você deve planejar algumas atividades que permitirão que você converse juntos (por exemplo, piqueniques, visitas a parques ou museus, etc.). Você também deve planejar algumas coisas que lhe darão algo para se focar separadamente. E, dependendo de quanto de introvertido você é (e, portanto, quanto tempo sozinho você precisa recarregar), você também pode planejar uma ou duas atividades que lhe darão uma pausa na conversa (filmes, peças de teatro, shows, shows). , etc.).

Ter um plano para as coisas que você pode fazer juntos irá ajudá-lo a relaxar e aproveitar mais a visita. Também ajudará a mantê-lo fora da cama. Eu já disse isso antes neste site, mas vale a pena dizer novamente: Não se apresse em sexo.

Não pule direto na cama juntos durante sua primeira reunião, mesmo que seja tentador. E definitivamente não se sente pressionado a fazer sexo porque você “só tem alguns dias juntos antes de se separar novamente”. primeiro encontro. Se tudo correr bem, haverá outros, e você não quer viver com arrependimentos nessa frente.

Então, se você é o “anfitrião”, faça algum planejamento. E se você é o único a viajar, ajude-os, dizendo-lhes o tipo de coisas que você gosta de fazer, ou qualquer coisa em particular que você gostaria de fazer juntos durante a visita.

14 coisas divertidas para fazer juntos durante uma primeira visita

  1. Faça um piquenique em um parque ou na praia

Há poucas coisas mais românticas do que compartilhar uma boa garrafa de vinho em um cobertor de piquenique ao pôr do sol. Piqueniques também são ótimos para dar-lhe tempo para conversar sem a intensidade e a pressão de estarem sozinhos sozinhos. Então, prepare algumas guloseimas e encontre um local encantador para passar algum tempo absorvendo a beleza do ar livre, assim como a beleza do outro.

  1. Vá para um concerto ou um musical

Vocês dois gostam do mesmo tipo de música? Existe um musical famoso que você gostaria de ver? Aproveite a oportunidade para assistir a um show especial juntos. Não precisa ser épico (U2 no Rose Bowl em LA… Melhor. Show. Sempre!). Apenas sair juntos com uma boa música fará um grande momento.

  1. Vá para um parque de diversões

São um ou ambos os caçadores de emoção? Você gosta da energia e efervescência de passeios e jogos e algodão doce? Se assim for, um parque de diversões pode ser a maneira perfeita de passar um dia divertido juntos – e pode haver muito tempo para conversar se você tiver que esperar na fila para os passeios.

  1. Faça uma atividade de aventura

Se vocês está viciados em aventura (ou mesmo se você não estiver, mas você está disposto a sair da sua zona de conforto) vá e faça algo aventureiro. O que você pode fazer perto de onde você mora? Você pode praticar tirolesa, canyoning ou rafting? Karting, equitação ou parapente? Encontre algo que soe incrível (mas não também assustador) e reserve.

Uma palavra rápida do sábio sobre isso, no entanto: não vá de bungee jumping ou de pára-quedismo. O objetivo ao escolher algo nesse sentido para uma primeira visita deve ser “divertido-assustador” e não “OMG-talvez-eu-na verdade-vou-morrer-assustador.” Salve as coisas realmente aterrorizantes, pelo menos, visite # 2

  1. Ir ao zoológico

Não sei como você se sente em relação aos animais em cativeiro, mas um longo passeio por um zoológico pode ser uma ótima maneira de passar bons momentos com alguém. Afinal, quem não gosta de ver macacos?

  1. Dê uma longa caminhada

Coloque seus sapatos de caminhada. Faça uma caminhada ou faça uma longa caminhada pela cidade. Caminhadas é outra ótima maneira de apreciar a beleza do mundo natural e Faz algo juntos onde você pode conversar ao mesmo tempo.

Apenas uma palavra de advertência sobre isso, no entanto. Verifique se você está na mesma página sobre o que constitui uma “caminhada divertida”. Mike certa vez me levou em uma “pequena caminhada” para ver o pôr do sol em Los Angeles. Eu pensei que nós estaríamos andando por 20 minutos e depois chutando para trás e abrindo uma garrafa de vinho. Noventa minutos depois que começamos a caminhar, ainda estávamos suando em uma trilha nas montanhas de San Bernardino, já havia escurecido e eu estava … muito bravo.

  1. Vá às compras e cozinhe uma refeição juntos

Passar tempo juntos durante a sua primeira visita não precisa ser sobre concertos épicos ou montanhas-russas. Na verdade, não deveria ser.

Fazer algo completamente comum, como fazer compras e cozinhar juntos, é uma ótima maneira de passar um tempo relaxado e de qualidade juntos. E como bônus, você aproveita a refeição juntos em vez de com uma tela de vídeo entre você. Adicione algumas velas à mesa e você não pode ficar muito mais romântico do que isso, de verdade.

  1. Jogar um jogo de tabuleiro

Contanto que você possa manter seu lado competitivo sob controle, jogar um jogo é uma maneira fácil e barata de passar algum tempo rindo juntos. Coloque algum pensamento na escolha do jogo, no entanto. A menos que você seja fã de curiosidades ou nerds, Perseguição Trivial e Scrabble pode fazer as pessoas se sentirem, “menos que espertas”. Tente algo como Colonizadores De Catan, Carcassone, ou um jogo online que você tanto ama.

  1. Tenha uma noite de jogos com alguns dos seus amigos mais próximos

Se jogar jogos soa bem para você, por que você não amplia um pouco o círculo e aproveita a oportunidade para apresentar seu amor de longa distância a alguns de seus amigos? Hospedar uma noite de jogos é uma boa maneira de fazer o grupo rir juntos e apresentar a todos um ao outro de um jeito meio abatido. Tabu ou Maçãs Para Maçãs são bons jogos de grupo, se você está procurando sugestões.

  1. Jante com a família e amigos

Você não quer passar toda a visita sozinho, especialmente se tiver mais de um fim de semana juntos. (Bem, você pode quer, mas você não deveria.) Se você está hospedando essa visita, seria bom que seu novo parceiro conhecesse alguns de seus amigos e vice-versa.

Uma maneira de fazer isso acontecer é organizando um jantar de sorte. Faça isso como um piquenique ou no seu lugar. Faça isso com sorte ou vá a um restaurante para que você não precise gastar muito tempo e energia preparando-se para um grupo.

  1. Vá para o seu restaurante favorito

Você tem um restaurante que você ama? Compartilhe! Ótima comida + grande empresa = todos os ingredientes que você precisa para uma noite agradável.

  1. Leve-os para um dos seus lugares favoritos

Na mesma linha, leve o seu amor de longa distância a alguns dos seus lugares favoritos. Eles vão adorar ver os lugares que você ama, e você vai adorar compartilhá-los. Quando morava em Los Angeles, costumava levar pessoas para o píer de Santa Mônica, o Hollywood Bowl, o Huntington Gardens ou andar de patins pelo Rose Bowl.

  1. Jogue turista em sua própria cidade

Outra maneira divertida de sair e sair em sua própria cidade é fazer turismo. Vá para o TripAdvisor e procure sua própria cidade. Encontre algo que você nunca fez antes que pareça interessante e faça isso juntos. Dessa forma, vocês dois terão uma nova experiência.

  1. Assistimos a um filme

Há uma razão pela qual este é um dos casais clássicos favoritos da noite, e pode ser uma ótima maneira de passar algum tempo juntos durante a sua primeira visita. Pegue alguns petiscos, um cobertor, um bom filme que você tem certeza de que os dois gostarão (não perca esse tempo em um filme abaixo do esperado), e se aconchegue no sofá. Aproveite o tempo de carinho e a chance de relaxar juntos. Afinal, quantas noites você passou sonhando com a chance de fazer algo simples como esta?

Eu espero…

Espero que o que você acabar fazendo, você tenha um ótimo tempo juntos. Eu acho que você provavelmente vai. Mas, ocasionalmente, quando você conhece alguém pela primeira vez, as coisas não correm como você planejou e esperou. Tudo bem também. Giz tudo para valioso aprendizado na vida.

E se você quiser mais dicas e truques para ajudar a garantir que sua primeira reunião seja ótima, não se esqueça de conferir nosso Guia completo para a reunião pela primeira vez.

Fique em contato inscrevendo-se no meu curso GRATUITO de 5 dias, LDR ESSENTIALS.


APRENDER:

  • 10 maneiras surpreendentes que trazem um LDR é bom para você
  • 10 perguntas que você deve fazer um ao outro no início
  • 3 grandes armadilhas da LDR (e como evitá-las)
  • 4 divertidas atividades de LDR que você provavelmente ainda não experimentou e muito mais …

Estamos realmente no meio de uma recessão sexual global? | Vida e estilo

Nome: A recessão sexual.

Era: Dezoito a 29 e acima.

Aparência: Meio sem graça.

Mesmo? Eu achava que as pessoas geralmente achavam o sexo bastante interessante. Eles fazem, mas talvez principalmente para falar. “Recessão sexual” é um termo cunhado pela jornalista Kate Julian em um recente artigo do Atlântico que tenta entender por que as pessoas estão fazendo menos sexo.

Eles são? Onde? Todo lugar que está contando. Em 1990, o adulto médio dos EUA fazia sexo 62 vezes por ano; em 2014, foi 54 vezes. No Reino Unido, entre 2001 e 2012, os menores de 45 anos deixaram de fazer sexo mais de seis vezes por mês para menos de cinco vezes.

Espero que eles estivessem ocupados assistindo Big Brother. Ou mandando mensagens para os Nokias deles. Ele vai pegar em breve. Eu não apostaria nisso. Parece ser global, com a Austrália, a Finlândia e os Países Baixos a verem declínios semelhantes. No Japão, em 2015, 43% das pessoas de 18 a 34 anos eram virgens.

Santo Moleque! Esses millennials são tão tensos. A tendência remonta a meados da década de 1990, muito antes de muitos jovens da geração Y estarem fazendo sexo, mas sim, isso pode ser um fator. Julian considera os efeitos do namoro online e socializar digitalmente em vez de pessoalmente.

O que as pessoas podem estar fazendo em vez de fazer sexo? Quer dizer, eu posso pensar em uma coisa Sim, as pessoas fazem muito disso. Desde os anos 90, nos EUA, a proporção de homens que se masturbaram em uma determinada semana dobrou para 54% e as mulheres para 26%.

Eu culpo a tecnologia do vibrador e a pornografia online. Possivelmente. Há pouca evidência de que seja viciante, mas, como disse um pesquisador, pode estar “tirando vantagem” da libido das pessoas.

Sem brincadeiras. A maior parte do sexo acontece dentro de casais, mas os jovens estão se envolvendo menos – isso é outra coisa. E eles são mais propensos a viver com seus pais. Além disso, eles podem estar nervosos sobre fazer avanços românticos.

Eles não estavam sempre nervosos? Sim, mas uma pesquisa da revista Economist / YouGov em novembro do ano passado descobriu que 17% dos americanos com idade entre 18 e 29 anos acreditavam que um homem pedindo uma bebida para uma mulher “sempre” ou “geralmente” constituía assédio sexual.

Cripes. E sabemos que hoje as crianças são mais sensatas que seus pais. Eles fumam menos, bebem menos, lutam menos, tomam menos drogas …

Você está dizendo que aceita esta recessão? Bem, as taxas de gravidez na adolescência estão baixas, há maior compreensão do consentimento e menos bebês podem beneficiar o mundo.

Sinto falta dos velhos tempos em que as pessoas sexualmente frustradas vagavam pelas ruas, unidas a quem conseguissem encontrar. Sim, você faz parecer idílico.

Diga:Talvez precisemos de um banco central para estimular a economia sexual ”.

Não diga:Abaixar o preço do álcool deveria fazer isso.

4 maneiras de construir a resiliência emocional

Você se recupera de experiências desafiadoras? Ou você é pego em um turbilhão de emoções difíceis, sentindo-se vulnerável, perdido ou fora de controle? A resiliência emocional é a capacidade de se adaptar bem a situações estressantes, como relacionamentos desafiadores, problemas de saúde, dificuldades financeiras e outras crises.

Aqueles com históricos prévios de trauma podem achar a resiliência mais desafiadora. No entanto, há também aqueles que, apesar de suas histórias dolorosas, mostram uma incrível capacidade de recuperação.

Considere a seguinte lista de fatores associados à resiliência.

  • A capacidade de fazer e executar planos realistas.
  • Uma visão positiva de si mesmo e confiança em seus pontos fortes e habilidades.
  • Boa comunicação e habilidades para resolver problemas.
  • A capacidade de gerenciar sentimentos e impulsos fortes.

Se você não se sente particularmente resiliente e / ou o que está acima não são áreas de força para você atualmente, saiba que essas habilidades podem ser aprendidas.

4 maneiras de você construir resiliência emocional

1 – Pratique a autocompaixão.

De acordo com Dr. Kristin, Neff, PhD, a auto-compaixão é “Uma alternativa à autoestima que muitos psicólogos acreditam ser um caminho melhor e mais eficaz para a felicidade.”

E se você aplicasse a mesma preocupação e desejos calorosos pelo sofrimento de um amigo ao seu próprio sofrimento? Imagine como você estaria com essa pessoa em seu tempo de dor e luta. Considere sua linguagem corporal, palavras e energia para essa pessoa. A autocompaixão está transferindo essa intenção para você. A pesquisa mostrou que a autocompaixão não apenas reduz os pensamentos de autocrítica, mas também o hormônio do estresse, o cortisol.

2 – Diminua a velocidade.

Nós nos tornamos uma cultura de roda de hamster, alguns que correm até que eles caiam do volante em pura exaustão. Você já pensou onde você está correndo? Observe seus sistemas internos de voz e crença. Você é um “fazer” humano ou um “ser” humano? Qual é a pior coisa que aconteceria se você diminuísse o ritmo? Você pode se surpreender ao saber o que está perdendo. Talvez existam relações importantes que não estão sendo atendidas. Talvez o autocuidado tenha desaparecido há muito tempo.

A necessidade de se mover rápido demais pela vida para fazer as coisas que você “precisa” pode estar provocando uma resposta de luta ou fuga, levando a reações exageradas e irritabilidade. Com o tempo, o cortisol liberado em seu corpo enquanto você corre pela vida em estado de alarme tem o potencial de afetar negativamente sua saúde. Por que soar o alarme quando você não precisa? Salve-o para uma emergência real!

3 – Pratique gratidão.

“A gratidão otimiza nosso funcionamento como seres humanos e fornece uma base essencial para nosso bem-estar pessoal” diz Linda Graham, MFT. A pesquisa demonstrou uma longa lista de benefícios da prática de gratidão, incluindo:

  • Ajuda a bloquear emoções tóxicas como inveja, ressentimento, arrependimento, hostilidade e depressão.
  • Traz o fechamento para memórias traumáticas não resolvidas.
  • Melhora a longevidade (por 7-9 anos).
  • Fortalece os laços sociais (as pessoas se sentem mais ligadas às pessoas, menos solitárias e isoladas).

Ser grato não significa ignorar as coisas em sua vida que precisam de sua atenção, mas sim captar e perceber o que é bom. Pode ser tão simples quanto os sentimentos calorosos que você sente por um amigo por uma linda flor que você nunca notou do lado de fora da janela do escritório.

4 – Pratique a humildade.

Muitos procuram construir seus egos por meio do reconhecimento. De acordo com Rick Hanson, PhD, “Humildade incorpora sabedoria. Ele reconhece que todos, inclusive os mais grandiosos, são humilhados pela necessidade de depender de uma vasta rede – de pessoas, tecnologia, cultura, natureza, luz solar e bioquímica – para viver um único dia. A fama é logo esquecida … Com humildade, você busca a excelência, não a fama.

Quando buscamos a excelência, não temos o mesmo apego ao resultado do que quando procuramos a fama. Nós simplesmente fazemos o melhor que podemos.

Um pensamento adicional que é importante considerar é fazer algum tipo de trabalho de família de origem, se sua vida adiantada puder usar alguma descompactação. É importante lembrar que muitas vezes desenvolvemos um senso de identidade e o mundo ao nosso redor neste momento crítico. Se você não chocou e não se desenvolveu em um “ninho seguro”, pode valer a pena investigar.

Por fim, você pode aprender mais sobre o aspecto neurocientífico da resiliência emocional na série Neurociência da Resiliência.

Hora de deixar de ser discreto sobre sexo – e dar aos jovens a verdade | Lola Okolosie | Opinião

Eu tinha acabado de completar 11 anos quando Salt-N-Pepa lançou uma faixa que fez minhas orelhas queimarem na primeira audição: “Vamos falar sobre sexo, baby. Vamos falar de você e eu. Vamos falar sobre todas as coisas boas e as coisas ruins que podem ser. Vamos falar sobre o SEXO. ”Ele foi rapidamente gravado em um cassete e escutado sub-repticiamente. Deus me livre que meus pais ouçam e pensem que eu queria falar sobre sexo com eles. Mas é claro que, como pré-adolescente e depois adolescente, era uma conversa que eu queria ter. Um que eu esperava me faria sentir normal em meio ao turbilhão de hormônios avassaladores.

Meus pais eram, por sua vez, comuns em sua atitude em relação à “conversa”. Eles poderiam ser melhor descritos como melindrosos, preferindo ser vagos em detalhes, mas com uma dose enorme de medo, porque … GRAVIDEZ. Eles estavam e não estão sozinhos. A inépcia fica perto da negação; ambos agem como armas eficazes para aqueles que preferem evitar uma responsabilidade complicada. Sobre esse assunto, nossas escolas não foram diferentes. Considerados melhor colocados para curar as discussões em torno do sexo, eles o fizeram com uma incompetência que deixou os jovens incapazes de falar sobre o bem e o mal do s-e-x.

Britney Spears estava vestida com um uniforme escolar exigindo “Hit me baby mais uma vez” quando o atual currículo de educação sexual foi publicado pela primeira vez. Naquele ano, Monica Lewinsky foi ridicularizada pela opinião pública que era muito sexista para reconhecer que o interno de 22 anos poderia ser vítima do espetáculo sombrio. Nossas escolas ignoraram em grande parte esses momentos ensináveis ​​e silenciaram tais marcos. Não é de admirar, portanto, que seja um currículo que as feministas criticam há muito tempo por atender inadequadamente às necessidades dos jovens de hoje. Onde se fala sobre consentimento, sexting e a explosão da pornografia online? Lugar algum. Por que existe tanta relutância em armar jovens com as informações e discussões de que precisam para ter relações sexuais mais saudáveis?

Felizmente, no novo currículo do governo sobre relacionamentos e educação sexual (RSE), agora há uma menção explícita a essas questões, e na quarta-feira o Departamento de Educação (DfE) encerra sua consulta sobre o assunto. No entanto, ainda há o perigo de que muitos de nossos jovens possam falhar repetindo erros antigos – e ignorando as questões sobre as quais os jovens querem falar.

Está claro, a partir do esboço do currículo, que a violência contra as mulheres e as experiências LGBT ainda são questões aparentemente difíceis de abordar – melhor tratadas com a linguagem da ambiguidade ou do silêncio total. Fala-se em coerção, mas não há espaço para colocá-lo no contexto da desigualdade de gênero.

Há também um repetido retorno à centralidade do casamento, reconhecidamente com o reconhecimento de que isso inclui o casamento entre pessoas do mesmo sexo. No entanto, isso faz com que o ensino dos relacionamentos LGBT seja discricionário. É por isso que a organização feminista Level Up está chamando as pessoas, especialmente os jovens, para que digam e respondam ao projeto de consulta do governo. O objetivo é informar ao governo que as experiências LGBT devem ser parte integrante da educação sexual, em vez de um extra opcional. Ignorar isso seria decepcionar os milhares de jovens LGBT que lutam contra sua identidade sexual, que já se sentem deslocados. Uma pesquisa do próprio governo descobriu que, para 31% dos jovens, é uma prioridade que eles aprendem sobre gênero e identidade sexual.

Todos nós temos histórias de que uma aula de educação sexual em que um professor, geralmente mal capaz de conter o seu próprio desconforto, instrui uma classe de adolescentes rindo sobre a melhor forma de colocar um preservativo em um pepino. Diz-nos muito que a memória da educação sexual para muitos é uma das risadas estranhas – e uma sensação muito clara de que o sexo é algo a ser temido se não for evitado.

Mas mesmo nesse cenário, a maioria poderia pelo menos dizer que encontrou sua identidade sexual refletida no conteúdo da discussão. O mesmo não pode ser dito para os estudantes LGBT cujos professores estavam legalmente vinculados pela seção 28 a desistir de ensinar “a aceitabilidade da homossexualidade como uma relação familiar fingida”. Quinze anos após a revogação do ato, e apesar das mudanças propostas no currículo, o RSE em muitas escolas pode ser descrito com mais precisão como sexo heterossexual. Se as escolas puderem optar por deixar de ensinar experiências LGBT, o governo deve aceitar que essas relações não serão normalizadas e os jovens LGBT ficarão vulneráveis ​​como resultado.

Que os estudantes LGBT recebam sexo sem se ver refletido é um repúdio à sua identidade sexual. É o tipo de silêncio que pode facilmente gerar insegurança e aversão, sem mencionar o bullying e a coerção. Este novo currículo deve ser um passo em frente. Em vez disso, parece que estamos presos no passado.

Lola Okolosie é professora de inglês e membro do conselho da Level Up